Depois de uma passagem de sucesso na secretaria de Turismo do Marrocos e caminhar pelo deserto do Saara usando bonés para provar que fazia longas caminhadas pela Reserva do Xingú e para não ser confundidos com índios, pois possui uma vasta cabeleira, começou a usá-los e dai não parou mais.

São mais de 100 peças de diferentes marcas e muitas cores, ele alega que usa para se proteger do sol escaldante, já em solos europeus foi descoberto por uma famosa grife de bonés e ofertou-lhe uma verdadeira fortuna para promoção de sua marca.

Philipe que está passando férias em sua Marataízes, garantiu que está estudando a proposta. Revela que o gosto pela indumentária veio quando ainda era criança, quando seu pai Geredes Barreto lhe deu o primeiro boné. “Estou em duvida entre uma empresa de REDE que pretendo montar ou seguir em frente com a nova carreira que me descortina”, garantiu Philipe Verdan com um belo boné americano.

Aviso aos Navegantes

Somos apenas um site humorístico e todas as postagens são fictícias, nosso compromisso com a credibilidade é ZERO e o humor é base fundamental do nosso jornalismo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.