Mosquitos infestam os bairros de Marataízes e Itapemirim e insetos parecem ter criado resistência aos produtos eletrônicos e sprays. A solução encontrada tem sido a volta do uso do Durmabem, porém se a infestação continuar a população já se prepara para suar uma solução ainda mais antiga, que é a queima da casca de coco seca.

De olho na possível oportunidade, os vendedores de água de coco já começam a guardar e secar as cascas afim de atender a demanda.

Existe ainda a suspeita de que os mosquitos de Campo Acima localidade de Itapemirim, estejam se aproximando demais do litoral, pois seu tamanho, similar a um beija flor, já começa a aparecer na Barra, uma preocupação a mais para os moradores, principalmente do mangue, pois os mosquitos de Campo são canibais, pois na falta de sangue acabam se alimentando de outros mosquitos e de maruís.

Bancos de sangue também estão preocupados com o avanço dos mosquitos beija-flor, pois eles consomem até 4 vezes mais sangue que os mosquitos comuns e até 12 vezes mais que um maruí.

* Matéria sugerida por Claudinho de Campo Acima

Aviso aos Navegantes

Somos apenas um site humorístico e todas as postagens são fictícias, nosso compromisso com a credibilidade é ZERO e o humor é base fundamental do nosso jornalismo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.