Batista da saúde deseja naturalizar-se argentino, mas o problema é cantar o hino. O meu Vasco da Gama foi para a segundona e minha revolta foi que apostei meu carro que comprei com tanta dificuldade e logo contra a Alemanha.

O amor chega a tal ponto que tem o sacrilégio de afirmar que Batistuta é melhor do que Pelé, o amor começou após ouvir um tango e de sentir toda a pulsação da canção portenha. Do tango para o futebol foi um pulo.

“Vejam bem, torcia pelo Atlético da Vila e deu no que deu. Meu Vasco da Gama foi a pique. Naufragou. Apostei meu carrinho que comprei com tanto sacrifício e sabe contra quem? a Alemanha, e ainda dei um gol. Vou pra lá vender peroá na Praça de Maio. O problema é que tenho de cantar o hino para selar a minha naturalidade, mostrando que camisa e até a sandália são com as cores da Argentina, o problema está na porra do hino que é difícil pra caramba e eu não falo nem o portunhol”, finalizou entristecido.

Saude Batista (1)

Aviso aos Navegantes

Somos apenas um site humorístico e todas as postagens são fictícias, nosso compromisso com a credibilidade é ZERO e o humor é base fundamental do nosso jornalismo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.