Captura-de-Tela-2015-11-18-às-09.15.01Judith Galleway, 43 anos, professora de uma escola pública em Duluth, Minnesota, sempre gostou de cães. Ganhou o primeiro, Rex, um labrador, quando tinha apenas três anos, presente de aniversário do pai. Foi seu melhor amigo de infância. Adolescente, após a morte de Rex, criou o vira-latas Tobby, que sempre tratou como um filho. Comemorou cada um de seus aniversários com os temas mais diversos, sendo o de cinco anos o mais divertido de todos, em que Tobby se vestiu de Chewbacca e teve um bolo de mármore no formato do Millenium Falcon. “Ele sempre adorou Star Wars”, conta Judith.

Depois de Tobby, que morreu atropelado por um caminhão de lixo aos nove anos, foram mais dois cães, John e Vicky. Solteira, Judith sempre dormiu com eles e nunca os deixou com outra pessoa. Nada de viagens, zero de relacionamentos, era da escola para casa, de casa para escola – onde ela dá aulas de Geografia desde os 22 anos.

Depois da morte de Vicky, ano passado, Judith resolveu mudar. Não, ela não decidiu ter gatos, tampouco desistiu de ter animais domésticos. Judith foi adotada por um cão. Astor, um elegante vira-lata da região, agora é o dono da professora. Astor a leva para passear todos os dias, organiza seus aniversários (este ano será de Frozen) e adora quando chega em casa e Judith pula loucamente de felicidade. Judith é a melhor amiga do cão.

Fonte: Sensacionalista

Aviso aos Navegantes

Somos apenas um site humorístico e todas as postagens são fictícias, nosso compromisso com a credibilidade é ZERO e o humor é base fundamental do nosso jornalismo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.