Algumas horas após o bloqueio do Wathsapp no Brasil o Pronto Atendimento Médico da Barra em Marataízes ficou lotado e Polícia Militar teve que ser acionada, pois duas adolescentes começaram a brigar por causa namorado na fila de espera.

O PAM da Barra em Marataízes ficou lotado de adolescentes que começaram a sentir os sintomas da abstinência do Wathsapp, o médico de plantão informou que os pacientes apresentam forte depresso, tremedeira e dor de cabeça, ainda sem saber do bloqueio do WhatsApp, o médico já estava com receio do Aedes Aegypti ter desenvolvido uma nova doença até que uma garota quebrou seu telefone na cabeça de outra garota que tinha mandando mensagens no aplicativo para seu namorado.

Apesar de médico recomendar o Viber, o Facebook recomenda o uso do Messenger
Apesar de médico recomendar o Viber, o Facebook recomenda o uso do Messenger

O tempo ficou literalmente fechado e a guarda iria ser chamada, porém por precauções o médico decidiu acionar apenas a Polícia. Logo após os ânimos terem se acalmado quem também teve que receber atendimento foi o médico e prefeito Dr Jander, que apesar de ter entrado no Wathsapp há apenas dois dias já apresentou forte depressão, pois não está mais conseguindo ver as mensagens do grupo de sua família.

“Isso é perseguição! Eles devem ter descoberto que eu entrei no Zap e já começaram a me perseguir, vou conversar com meu advogado e entrar com um recurso no STF ainda hoje”. Disse Jander.

 

Aviso aos Navegantes

Somos apenas um site humorístico e todas as postagens são fictícias, nosso compromisso com a credibilidade é ZERO e o humor é base fundamental do nosso jornalismo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.